Show simple item record

dc.contributor.advisorChalhoub, Sidney
dc.contributor.authorHirano, Ana Paula Kojima
dc.date.accessioned2019-12-11T09:45:25Z
dash.embargo.terms2021-11-01
dc.date.created2019-11
dc.date.issued2019-09-10
dc.date.submitted2019
dc.identifier.citationHirano, Ana Paula Kojima. 2019. A terceira margem do Rio: relações raciais sob as lentes de Eduardo Coutinho. Doctoral dissertation, Harvard University, Graduate School of Arts & Sciences.
dc.identifier.urihttp://nrs.harvard.edu/urn-3:HUL.InstRepos:42013075*
dc.description.abstractEsta tese discute o modo como as relações raciais e suas intersecções com as questões de gênero e classe são mostradas sob as lentes de Eduardo Coutinho nos documentários Santa Marta – Duas Semanas no Morro (1987), O Fio da Memória (1991), Boca de Lixo (1992), Santo Forte (1999) e Babilônia (2000). Ao adotar o critério da alteridade na escolha dos sujeitos entrevistados, Coutinho capta imagens e narrativas de um outro social e racial. É no encontro entre Coutinho e suas personagens que adentramos o que eu chamo de “a terceira margem do Rio,” um espaço simbólico onde se pode escutar as falas que não brotariam, não fossem a confluência destes dois Rios. Coutinho nos permite olhar com a lente micro, proporcionando ver a especificidade das falas. Ao registrar a “terceira margem do Rio”, Coutinho nos convida a pensar o que poderíamos ver para além dos movimentos operário, agrário, negro; para além do “favelado” e do “povo” como arquétipos sociais. O Fio da Memória é um importante documento para investigar as relações raciais e a história dos negros no Brasil, mostrando que celebrar pode trazer consigo o esquecimento. Boca de Lixo subverte ideias preconcebidas que podem existir em relação às pessoas que vivem da coleta de lixo. Para além do ponto de vista macro dos montes de lixo, no micro vemos a diversidade, a estrutura organizada e a agência dos entrevistados. Em Santo Forte, o conceito da dupla consciência é empregado para observar, através das falas das personagens, a tendência em “esconder” a crença pelas religiões afro-brasileiras. Em Santa Marta e Babilônia, despontam histórias de exclusão social, violência, racismo e preconceito, bem como de sonhos e realizações, ouvidas morro abaixo, morro a fora, morro a dentro – no morro. Coutinho, assim como Guimarães Rosa, coleta narrativas orais que trazem reflexões para pensarmos o nosso lugar no mundo. Das falas das pessoas que participam dos filmes de Coutinho, surgem histórias, estórias e anedotas que emergem pelo meio deste rio caudaloso e deste Rio (de Janeiro). Na terceira margem do filme de Coutinho navegamos Rio abaixo, Rio a fora, Rio a dentro – o Rio.
dc.description.sponsorshipRomance Languages and Literatures
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isopt_BR
dash.licenseLAA
dc.subjectEduardo Coutinho
dc.subjectfilm
dc.subjectdocumentary
dc.subjecthistory
dc.subjectliterature
dc.subjectracial relations
dc.subjectfilme, documentário, literatura, relações raciais
dc.titleA terceira margem do Rio: relações raciais sob as lentes de Eduardo Coutinho
dc.typeThesis or Dissertation
dash.depositing.authorHirano, Ana Paula Kojima
dash.embargo.until2021-11-01
dc.date.available2019-12-11T09:45:25Z
thesis.degree.date2019
thesis.degree.grantorGraduate School of Arts & Sciences
thesis.degree.grantorGraduate School of Arts & Sciences
thesis.degree.levelDoctoral
thesis.degree.levelDoctoral
thesis.degree.nameDoctor of Philosophy
thesis.degree.nameDoctor of Philosophy
dc.contributor.committeeMemberConley, Tom
dc.contributor.committeeMemberCarvalho, Bruno
dc.contributor.committeeMemberLima, Márcia
dc.type.materialtext
thesis.degree.departmentRomance Languages and Literatures
thesis.degree.departmentRomance Languages and Literatures
dash.identifier.vireo
dc.identifier.orcid0000-0003-1665-9670
dash.author.emailanapaula.hirano@gmail.com


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record